AFABAN (Associação de Fanfarras e Bandas da Baixada Santista, Litoral Sul e Vale do Ribeira)

Entrevista com Carlos Sulpício

Imprimir
Publicado em Segunda, 06 Maio 2013 Escrito por admin

V   Você tem tido contato com as bandas escolares ?

Em concursos basicamente, e também participando dos encontros da AFABAN e da Faculdade Cantareira.

2-    Você participou no ano passado do corpo de jurados em concurso de bandas e fanfarras, o que te chamou atenção ?

Sim. A quantidade de jovens talentosos sem uma orientação adequada.

3-    Você deu aulas de trompetes no oitavo encontro técnico da AFABAN em Cubatão/2012, o que você achou ?

Achei a iniciativa muito importante por parte da AFABAN, somente assim podemos elevar o nível técnico dos alunos para fazermos música de melhor qualidade.

 

4-    Na sua concepção, já que você estudou e tocou nos Estados Unidos, o Brasil esta ainda muito longe das grandes escolas e dos grandes grupos musicais, na área de instrumentos de sopro ?

No aspecto talento e aptidão para música não, mas o nosso maior problema é administrativo, político e social, ou seja falta de investimento e continuidade na área.

5-    Na sua opinião, o que devemos fazer para obter o interesse das crianças no estudo do trompete e participar das bandas, neste mundo com internet e games tão presentes ?

Trabalhar com professores capacitados, pois com professores ensinando corretamente  sem maus-hábitos e traumas, os alunos se sentirão mais estimulados.

6-    Você tem dado aula para iniciantes de trompete ?

No momento não.

7-    Quais são as ferramentas utilizadas para o dispertar dos jovens no estudo do trompete ?

Assistir  a concertos didáticos, e grupos específicos onde o trompete é solista como quintetos e grupos de metais.

 

 

8-    Na sua opinião a ajuda dos governos municipais, estadual e federal são suficientes para área cultural de um modo geral ?

Não.

9-    Fale um pouco sobre a sua tese no Doutorado da UNESP.

Basicamente é um traçado histórico do desenvolvimento da técnica do instrumento, com aprofundamento em problemas da embocadura e na produção musical para o trompete utilizando a técnica extendida do século XX e XXI.

10-Deixe a sua mensagem aos amantes das bandas.

As bandas são importantes centros de convivência social antes de tudo, e é onde iniciamos o contato com a música e aprendemos a tocar um ou mais instrumentos. Mesmo que não nos tornemos músicos profissioniais, com certeza as bandas terão formado melhores cidadãos e ouvintes mais críticos e concientes para uma produção musical mais elaborada.

 

OBRIGADO CARLOS

AFABAN

2011 Entrevista com Carlos Sulpício. Afaban - Associação de Fanfarras e Bandas do Litoral Paulista
Powered by Joomla 1.7 Templates